Seguidores

quinta-feira, agosto 10, 2006

Homenagem ao Pde Simões Serralheiro





















Texto da Homenagem
prestada ao Padre
Joaquim Simões Serralheiro,

que foi Pároco de Porto Alexandre, durante o Encontro
de 5/6 de Agosto de 2006.

4 comentários:

aileda disse...

TUdo o que agora li me deixou ainda mais triste... eu sou um testeminho vivo da obra deste HOMEM nobre... de ideais progressistas...realizações verdadeiras... um CONSTRUTOR!!!
Um dia chegou um grande caixote...
perante o aparato, rodeámos o mesmo, curiosos... assistiamos à abertura: quem imaginaria!!! dali sairam pares de patins (verdadeiros)...Para quê? è verdade!!! para os alunos patinarem no recinto que então tinha servido de ring de patinagem, situado junto ao estaleiro (em frente á Igreja) foi um tempo Lindo (já lá vão 50 anos)... Quem diria!!!
Mais tarde... chegava um outro caixotão... tanto livro!!! Aventuras, viagens, histórias de Vida... Li a colecção completa de Emílio Salgari..(só tinha 11/12 anos.
Depois mais embalagens surgiam doutros caixotes (tanta mercadoria... e o sonho estava a conseguir-se: O nosso Colégio cónego Zagalo tinha um Laboratório (que experiências...físicas e químicas aplicadas, como explicavam os manuais.
Ah!!! os manuais escolares!!! Passavam de uns para outros alunos... (tive alguns que foram "engomadinhos" folha a folha pela minha Mãezinha, que ainda hoje fala nisso...).
Era esta "a obra" do tão contestado Pdre Simões, que de mão enfiada no bolso da batina (repuxada para trás), de "cabelo em pé", coxeando ainda mais, arrepiava caminho às "maroteiras" e "malandrices" das suas crianças e jovens...FORMANDO-Os para a caminhada da VIDA...

Como posso dizer...
DIGO:
"PAZ à sua ALMA!!!"

Anónimo disse...

De facto tudo o que li sobre o Padre Simões, deixou-me muitas saudades. Quantas e quantas vezes tomava o mata-bicho,almoçava lanchava e jantava em casa dos meus tios,ficando a conversar até tarde,com mais dois ou três casais de Porto-Alexandre; Depois disso foi para Sá da Bandeira e fundou a casa dos rapazes (onde os ensinava a serem homens, tirando-os da rua e da miséria)tinham o seu próprio cultivo e ainda conseguiam vender para fora,os quartos ,simples e austeros , eram feitos pelos próprios, sempre com a ajuda do Padre Simões, as refeições eram simples e furgais,pois também lá ficamos por dois ou três dias por altura das festas da Nossa Senhora do Monte,embora tivessemos para onde ir, mas preferindo ficar com aquele grande Amigo e comungar as suas dificuldades.Como miúda que era tocou-me imenso e lembro-me muitas vezes dele.De certeza que com toda a sua bondade, disponibilidade, coragem e um coração tão grande,que Deus o conserva junto D'ele .Bem haja por tudo o que fez e pela sua amizade.

RuthSN
04 de Março de 2007

Anónimo disse...

Para AI LEDA :Logo após a minha Ordenação Sacerdotal em Nova Lisboa ,fui nomeado pelo Senhor Bispo D. Daniel, coadjutor do Padre Simões Serralheiro, substituindo o Padre Abel Almeida.
Apena lá estive uma ano lectivo (1954 1955) dada a necessidade urgente de preencher uma vaga numa paróquia que ficara imprevisivelmente sem pároco
Fui professor do Colégio Cónego Zagalo (Francês e Ciências) . Instalações? Ainda precariamente na residência paroquial!
Controverso, talvez, mas Homem Grande, o Padre Simões foi uma das pedras angulares de Porto Alexandre, e obreiro ímpar que abriu providencialmente novos horizontes para muitas gerações.
A AI LEDA agradeço a possibilidade que me deu de reviver o pedaço de vida que deixei em Porto Alexandre, há tantos anos!Tenho à vossa disposição algumas (poucas) fotografias com os alunos do 1º e 2º anos de então!

aileda disse...

"Anónimo"!
Obrigada pelas sua palavras...
Percebi q é sacerdote... quero lembrar-me de si... (cheguei a PAlex. ao tempo em q "passou" também por lá).
Suas palavras encheram-me de orgulho...ler mais um testemunho sobre o HOMEM q nos fez crescer... Cheguei onde ele dizia que me queria ver - PROFESSORA!!!! Mas não fui Directora do Colégio Cónego Zagalo ("_Ainda vais ser a Directora do nosso Colégio!- dizia-me"). Sempre me incentivava: "_BOAS notas... tens de ter ainda mais altas..."
Como aqui contou a RuthSN, já em Sá da Bandeira (Casa dos Rapazes), o Pdre Simões continuou a sua "obra" - "fazer crescer" jovens. Nessa altura, eu era uma das cinco raparigas, suas antigas alunas, que cursavam na Escola do Magistério Primário Carlos Esterman de S.Band (64 a 66)- O Pdr Simões fez questão de ser o nosso Encarregado de Educação, uma vez q estávamos tão longe de nossos Pais... Convivíamos regularmente com ele , podendo avaliar a sua "Obra"...

Sr Padre, como gostava que nos "presenteasse" com essas antigas fotos de alunos "pioneiros" do Colégio... !!!

Bem Haja!

Foi bom ler a sua msg/comentário!!!

sempre...
aileda/adeliavaz

http://ailedaaki.blogspot.com
(estou AKi...)